sábado, 28 de abril de 2012

22 de Abril - Montemor-o-Velho

O local: café S.Pedro.
O dia: Domingo.
Motivo: Fazer um treino de bike.
Destino: café S. Pedro...mas com uma passagem por Montemor-o-Velho.
Hoje não estavam todos presentes, pois o Paulo Neves, o João e o Raul iam participar na Maratona BTT - "Cidade de Albergaria" . O Ernesto e o António iriam participar no 10º Encontro Luso-Galaico de BTT (as duas provas também estão aqui no blog).

Antes de arrancar, era altura de ajustar os pormenores do treino:
O percurso seria Mealhada:
 
 Seguindo depois para Cantanhede:
 O Sol parecia que dizia: "Aproveitem o dia para treinar...vai estar bom tempo."
No meio de boa disposição, fomos pedalando, e quase sem dar conta já estávamos na EN a caminho de Tentúgal.



Quando o ritmo abrandou um pouco, era uma excelente altura para repôr energias:
e aproveitar a paisagem:
Sem grandes sobressaltos, sempre com um ritmo certo, fomos somando km e km.
Mal demos conta, de tão preocupados que estávamos em manter o grupo compacto, que já estávamos quase em Montemor.

Alguns animais locais estavam já no almoço. Quando perguntámos se faltava muito para Montemor, respondiam numa língua estranha:"Muuuu". Bom...ficámos na dúvida, agradecemos e seguimos a pedalar...seguimos para onde nos parecia ser o caminho certo. E parece que não nos enganámos!




 Como ir até Montemor e não visitar o Castelo era o mesmo que ir até Santiago de Compostela e não beber umas Mixtas pelo caminho, tirámos o azimute e seguimos para o Castelo.












Os jardins no interior do Castelo estão muito bem cuidados. É um ponto de visita obrigatório para quem passa aqui.




 Além de um local muito calmo, onde se pode apreciar a beleza da Natureza, também se pode apreciar a vista dos campos de cultivo:


Bom, depois de descansar um pouco, ao olhar para o relógio, era tempo de regressar à base.
Para não fazermos exactamente o mesmo caminho de regresso, iríamos seguir até à Geria, cortando depois para Cantanhede. Daí até casa, seria o caminho usual.
Normalmente, em viagens de carro, o caminho de regresso parece sempre mais curto...engraçado...mas de bike não parece nada mais curto...antes pelo contrário! Das duas uma...ou o regresso era sempre a subir ou o cansaço já começava a fazer-se sentir. Mas nada que desanimasse a malta!
Antes de Cantanhede, perguntaram ao Paulo Pereira "Olha, dá tempo para chegar ao Zé?". A resposta foi "Então não dá?!! Vamos lá chegar às 12h50m."
Já quase a chegar a Cantanhede:



Ao passar Cantanhede, ficámos preocupados ao olhar para o relógio.Começámos a fazer as contas e já era complicado chegar a tempo ao café do Zé. Acabámos por nos dividir para conquistar...um pequeno grupo (o Paulo Pereira, o Vicente e o Paulo) foram seguindo um pouco mais depressa, com o objectivo de manter o café aberto até chegar o resto da malta.
E assim foi! A hora de chegada prevista pelo Paulo Pereira foi de...0m! O Paulo "GPS" Pereira não falhou nem um segundo. Às 12h50m estávamos a parar no café.
Poucos minutos  depois, chegou o resto da malta. Pela cara dava para perceber que estavam cheios de sede.


 Que treino! Um dia será até à Figueira!
Como o José Luís guardou o percurso no GPS, podem consultar os dados de treino aqui.
Até ao próximo treino!

10º ENCONTRO LUSO-GALAICO DE BTT

No passado fim de semana, de 21 e 22 de Abril, decorreu o 10º Encontro Luso-Galaico de BTT. O Ernesto participou no Extreme BTT e o António participou na Meia-Maratona. O Ernesto teve a companhia do nosso amigo Faísca, do Angarna.
Algumas fotografias da Meia-Maratona:


Relativamente ao Extreme, o melhor é dar a palavra ao Ernesto:
"Foi uma aventura que decorreu em dois dias, ao longo dos quais foram percorridos 210kms com quase 5.000 mts acumulado de subidas. A primeira etapa teve inicio em Esposende e passou por Ponte de Lima terminando em Caminha. A segunda ligou Caminha a Esposende passando por Viana do Castelo.Grande aventura e grande empeno. Deixo algumas fotos só para terem ideia do que foi. É indescritível os momentos que se vivem nestes desafios, só estando lá."






De onde é que será que conhecemos esta ponte?


 O Faísca em grande plano:
 Dá vontade de pegar na bike e fazer a prova, não é?
O Ernesto terminou a prova em 20h17m, o Faísca também com 20h17m.
O António terminou em 78º, com o tempo de 02:01:02.
Parabéns a todos!

Agradecimentos: Obrigado ao BTTeam Vila do Conde e aos tapa_furOs pelas fotos.