sábado, 7 de outubro de 2017

5 de Outubro - Etapa do percurso Ngps.

A etapa do circuito Ngps "Entre rios e cascatas", contou com a presença do Anadiabikers.
Para abrir o apetite, cá vai o gráfico do percurso:
De seguida, a foto-reportagem dos nossos amigos Antónios: o Fernandes e o Silva: 
Para quem tenha perguntado:"Então mas esta gente não se alimenta? Para terem tanta pedalada, têm de ganhar energias...":
Um percurso excelente, carregado de beleza natural e também de algumas subidas!
Até à próxima, bons treinos e boas pedaladas!

1 de Outubro - O primeiro treino...

O mês de Outubro trouxe-nos o primeiro treino...de Outubro, claro está!
E como tal, o grupo estava reunido em frente ao café S. Pedro, pronto a queimar borracha:
Depois de discutir o trajecto, começámos a pedalar, um pouco em alcatrão mas rapidamente passando para terra batida:
Onde há pouco tempo havia imensa água na barragem, agora, praticamente se via o fundo...
Depois do tipo do Gps, se perder...quer dizer...alterar o percurso originl algumas vezes, demos por nós numa subida bastante complicada, embora não dê para ver nas fotografias ("Ráispartam o gajo do gps...porque é que ele não se enganou para uma descida?"):
Ao chegar à Foz, para evitar o estradão de acesso a Lázaro/Boi, que não estava amigo de quem fosse de bike  seguimos por estrada. O pó era tanto e tão fino, que ia aumentar muito o desgaste da transmissão.
Apesar de ser em alcatrão, era uma zona bastante agradável, com muita sombra e com um pano de fundo verde:
Depois de analisar o tempo que tínhamos e o percurso de faltava, alterámos o trajecto e enfrentámos a subida de Agadão. Num pequeno esforço, uma foto da paisagem que nos acompanhou na subida:
Apesar de difícil, foi um treino excelente, ou não estivéssemos na companhia de amigos...amigos a sério!
Até à próxima, façam bons treinos e boas pedaladas!

sábado, 30 de setembro de 2017

Camiño de Santiago 2017 - Lisboa-Anadia > 3º dia: Alvaiázere-Anadia.

"Último dia! Já estamos quase em casa! Vamos lá!"
Após o pequeno almoço, metemo-nos ao Camiño e começámos imediatamente a subir mas afinal.."-Parecia mais do que o que era..."
"-Ainda bem!"
Lá fomos pedalando e praticamente uma hora depois, encontrámos o Raúl sentado numa pastelaria:
"-Ah, malandro! Estavas à espera que passássemos sem te ver...que era para ficares!"
"-Claro, estava tão bem aqui sentado!"
Para o Raúl não ficar chateado connosco, fizemos-lhe um pouco de companhia. Não era para descansarmos não! Era por uma questão de educação...Como manda a etiqueta, comemos qualquer coisa e prosseguimos caminho!
É como diz o povo: 3 é bom 4 é melhor! Hmmm, não sei se é bem assim, mas pronto...se não é isto passa a ser!
Como já é nosso hábito, sempre que passamos no Rabaçal, fazemos uma paragem obrigatória no "Café Bonito": 

Já perto de casa e com menos fome, passá por Conímbriga. Aproveitámos para tirar umas fotos (e descansar, mas isso ninguém precisa de saber!).
Até Anadia foi sempre a rolar...onde parámos num café para abastecer o depósito.
Despedimo-nos do Raúl e seguimos até ao ponto de termino oficial, o Café S. Pedro.
No final, foi altura de reflectir sobre toda a aventura... não foi fácil...não pelos km, mas sim pelo calor e falta de água. Apesar de tudo, foi uma aventura fantástica!
Foi pena de irmos só nós três (e o Raúl no último dia) mas para a próxima vai mais pessoal (pelo menos, esperamos que assim seja!).